sábado, 20 de fevereiro de 2010

Carnaval assim #why

Imagem: Deviantart

Carnaval pra mim é feito de máscaras, fantasias, marchinhas e muita alegria. A partir de quando o carnaval vira bagaceira, todo mundo só se importa em bater seu recorde de quantas pessoas beijou e dançar marchinha é cafona e coisa de velho, eu prefiro ficar em casa, obrigada.

Talvez esse seja o motivo de eu estar meio fora dos círculos sociais: não bebo, não fumo, não me rasgo no funk e não ando com roupas curtas e coladas. Mas, cá entre nós, se esse for o modelo para se encaixar nesses grupos populares e tudo mais, sou muito mais feliz estando à margem da sociedade.

Nesse carnaval fui com a minha família a uma pequena cidade onde a única coisa que tem a se fazer é se jogar na bagaceira. Resultado: fiquei em casa. E quando todo mundo estava na sacada vendo o galerão passar se jogando e olhava para o outro lado, me deliciando com um lindo arcoíris que eu não via há muito tempo. Viagem paga pelo arcoíris que a cidade grande não me deixa ver. Um pequeno prazer de Amelie Poulain.

Agora minha meta para o ano que vem é um bom carnaval de fantasias e marchinhas, com pessoas legais, bonitas e sem rebolation. Volte daqui a um ano e eu conto se encontrei.



9 comentários:

Giovanna Alves disse...

Apoio totalmente! Me chamem de anti-social, de careta, mas esse Carnaval que a gente anda vendo é completamente bobo...

Andrews Nycollas disse...

Vide a tag no twitter: #carnavalem4palavras Vamo festa? Não Obrigado.

*bagacera seria..?

PS: Quem disse que não és popular? O_O'

Tiago Júlio disse...

Sei que precisa de uma puta boa vontade (e mais uma dose de generosidade) pra responder a desconhecidos-inxiridos-observadores, mas, por curiosidade: tu não és a menina que usa a bolsa da Alice e, às vezes, um laço no cabelo? :) [internet ovo]

Escreves bem.

Tiago Júlio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tiago Júlio disse...

Vixi, se eu não tivesse entediado e ocioso, eu não ia ler teu comentário escondido, não. haha.

Rá! Sabia que tu era tu. :D

Mas sim, eu sou o cara que não tem uma bolsa da Alice nem usa, nenhuma vez, uma fita vermelha na cabeça. haha.

Te vi umas vezes lá na Unama e lembro de ti justamente por causa da bolsa da Alice que, aliás, é muito bonita. Perguntaria onde tu comprou, compraria uma pra mim e a usaria se eu não tivesse bom senso, noção do ridículo e fosse menos heterossexual. HAHAH.

E meia hora olhando pra minha foto além de ser um exagero é injustificável, não tem nada pra ver. haha.

o meu outro blog é menos ruim: dicona. ;)

Tiago Júlio disse...

acho que bater-papo pelo sistema de comentários do blogger não é muito prático: tiagojulio.martins@hotmail.com

eu te explico, mas vou avisando que não é uma história muito interessante, não. hahah
(medo de tu te tornar um contato a mais no meio dos meus contatos a mais do msn)

- aari disse...

ée flor, carnaval firo baldiaçãao total, nao se acha mais aqela ingenuidade da brincadeira

Beijos e Obg pelo Comentario ^^'

N. disse...

os unicos grupos sociais existentes sao de pessoas q fumam, bebem, dançam funk ou usam roupas coladas?? tu tah precisando dar umas voltas por aii.. fikdik ;D

Tary disse...

Eu gosto de Carnaval pela diversão e pelas pessoas legais que estão perto de mim na época :) Gostei do post, amo marchinhas e máscaras, mas esse Carnaval está se perdendo mesmo... Te linkei lá, flor! Amo o nome daqui também! :***